O Lar de Idosos foi fundado nos idos de 1958 quando os trabalhadores do Centro Espírita Eurípedes Barsanulfo receberam a doação de um lote de uma senhora simpatizante da causa espírita. Neste lote já existiam casinhas. Ali, o grupo de trabalhadores sob a Presidência do Sr. José Álvaro Borges, começou um grandioso trabalho: acolher os necessitados e dar assistência material e espiritual. O objetivo sempre foi o acolhimento de pessoas mais velhas, porém, em alguns momentos da trajetória da “Vila Eurípedes” como era conhecida, houve o acolhimento de famílias.

O Centro Espírita Eurípedes Barsanulfo sempre foi a instituição mantenedora do Lar de Idosos. Instituição essa (o Centro Espírita) fundada em janeiro de 1951 e que é reconhecida e muito respeitada por toda sociedade patense pelo seu trabalho ininterrupto para com os mais necessitados. Sempre realizou as suas atividades com ou sem ajuda governamental, pois está em seus princípios o lema da Doutrina Espírita: “Fora da Caridade não há Salvação”.

Com o passar do tempo, o perfil dos moradores foi modificando. Eram agora, casais de idosos ativos que cuidavam da horta e preparavam as suas refeições. Todos os dias o Sr. José Álvaro Borges com ajuda de seus companheiros como Maria Gonçalves (sua esposa) Florinda, Sr. Gumercindo (pessoas conhecidas por todos) dentre tantos, ia à “Vila Eurípedes” ver como estavam os seus moradores. Nunca faltou nada a eles, realizavam almoços comemorativos e tudo o mais para deixá-los felizes. Não se media esforços para que o trabalho fosse realizado e muito bem realizado.

Ocorreram algumas reformas e melhorias na estrutura física, sempre com recursos próprios e de companheiros da causa espírita. Quando os fundadores foram desencarnando, sempre ficava a ordem de nunca abandonar o trabalho ali realizado e edificado por eles.

O primeiro morador da Vila ainda estava na instituição quando ficou cego e precisou de cuidados por tempo integral. Neste momento, em 2001, resolveu-se contratar uma funcionária a fim de auxiliar. Foram aparecendo mais idosos e lançou-se mão dos voluntários do Centro Espírita Eurípedes Barsanulfo que ajudaram com bastante renúncia: dia e noite. Neste momento a Diretoria do Centro Espírita Eurípedes Barsanulfo se reuniu para tomar decisões importantíssimas acerca do futuro da “Vila Eurípedes”: contratar mais funcionários e estudar o funcionamento de um “Lar de Velhinhos”. Isso foi feito com muito critério e responsabilidade. Mudou-se o nome para Lar de Idosos Eurípedes Barsanulfo.

Havia a presença de homens e mulheres em um primeiro momento, mas com o passar do tempo detectou-se a impossibilidade de ambos os sexos no mesmo local. Nenhum morador foi mandado embora. Decidiu-se que todos ficariam na instituição até o seu desencarne. Somente não iria ingressar mais nenhum do sexo masculino a partir daquele momento. E a renovação foi feita.

Agora, os órgãos governamentais começaram a enxergar a existência do Lar de Idosos Eurípedes Barsanulfo e fiscalizações e exigências começaram a ser feitas. Os trabalhadores e diretoria nunca mediram esforços para o cumprimento de cada uma delas. Foram realizados vários eventos para a manutenção do trabalho como até hoje é feito. A instituição passou por várias dificuldades para poder cumprir o que era exigido: houve melhora no quadro de funcionários, na parte física, no atendimento às necessidades de cada moradora.

Em 2015 a diretoria do Centro Espírita reuniu-se para deliberar a criação das Obras Sociais Euripedes Barsanulfo. Instituição essa que iria cuidar de toda atividade assistencial do Centro Espírita Eurípedes Barsanulfo, pois a Casa crescera e precisava se organizar melhor. Não só o Lar de Idosos, mas o Colégio Espírita, Postos de Assistência, Enxoval a gestantes carentes e famílias sendo atendidas. As Obras Sociais estão diretamente ligadas ao Centro Espírita.

Foi realizada uma grande reforma na estrutura física do Lar de Idosos (2016/2017) por exigência da Vigilância Sanitária. Reforma essa que mexeu com grande parte da sociedade de nossa cidade. Houve empresas auxiliando. Ao presenciar a grande dificuldade da instituição, a UNIPAM assumiu a conclusão da obra. A Prefeitura de nossa cidade e a Promotoria doaram também recursos. A Instituição recebeu muita ajuda e como sempre os trabalhadores da Casa Espírita se reuniram também na realização de Grandes Eventos a fim de conseguirem os recursos necessários. O Centro Espírita Eurípedes Barsanulfo e as Obras Sociais Eurípedes Barsanulfo são eternamente gratos a todos (pessoas físicas e jurídicas) que ajudaram. Não é possível nomear todos, mas Deus sabe.

Veio então a última exigência (até agora), da Vigilância Sanitária: CNPJ do Lar de Idosos. Sem esse CNPJ não iriam liberar o Alvará Sanitário. Em reunião com a Diretoria do Centro Espirita, das Obras Sociais e com a contadora da instituição ficou estabelecido criar o CNPJ do Lar como filial das Obras Sociais.

O Centro Espírita Eurípedes Barsanulfo tem anos de história na prática do bem. Procura ajudar dentro de suas condições todos que batem à porta. Leva com responsabilidade o nome daqueles que abriram caminhos, que passaram dificuldades e que nunca desistiram. O Lar de Idosos Eurípedes Barsanulfo sempre fez e sempre fará parte desta linda história e trajetória.

Sabemos que passaremos por muitas dificuldades ainda, pois o ser humano ainda está no caminho da evolução. Mas venceremos todos os obstáculos, pois Quem nos conduz É Maior que todas as fraquezas humanas: DEUS!